Estratégias para a redução do sal na alimentação

Posted in: noticias- Mar 15, 2018 Comentários desligados

Estratégias para a redução do sal na alimentação

A Organização Mundial de Saúde recomenda que o consumo de sal não ultrapasse 5 gramas de sal por dia. Atualmente, o consumo de sal está acima do que é recomendado, o que leva ao aumento da pressão arterial, constituindo assim um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares1.

Por esta razão, a Dieta Mediterrânica defende utilização de ervas aromáticas em vez do sal uma vez que a sua utilização na confeção conduz a um declínio da adição de sal, visto apresentarem a capacidade de conferir aroma, cor e sabor às refeições2.

Para além disso, as ervas aromáticas fornecem vitaminas, micronutrientes, compostos voláteis e substâncias fitoquímicas, sendo benéficas na prevenção de doenças cardiovasculares, cancro, na estimulação do sistema digestivo e na potenciação do sistema imunitário3.

Assim, é aconselhada a sua utilização nas confeções, como por exemplo, aipo, alecrim, alho, cebola, cebolinho, coentros, hortelã, louro, manjericão, orégãos, salsa, sálvia e tomilho3.

Para além do uso das ervas aromáticas existem também outros comportamentos importantes na redução do consumo de sal4:

  • Diminuir gradualmente a quantidade de sal adicionado durante a confeção das refeições de forma a se habituar ao sabor;
  • Preparar marinadas com legumes, vinho e ervas aromáticas para temperar os alimentos;
  • Não colocar o saleiro na mesa de forma a não promover o hábito de adicionar sal;
  • Ler e interpretar os rótulos dos alimentos, optando por alimentos com menor quantidade de sal (NaCl) ou sódio (Na);
  • Evitar o consumo de alimentos com elevado teor de sal como caldos, molhos industrializados, refeições enlatadas e pré-confecionadas, batatas fritas de pacote, aperitivos salgados e produtos de charcutaria e salsicharia;
  • No caso de consumo destes produtos, consumir com moderação e, sempre que possível, optar pelas versões com baixo teor de sal.

Referências Bibliográficas:

  1. Guideline: Sodium intake for adults and children. 2012.
  2. Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Guia Alimentar Mediterrânico – Fundamentação e Desenvolvimento. 2016
  3. Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Ervas aromáticas – Uma estratégia para a redução do sal na alimentação dos Portugueses. 2014
  4. Graça P. Relatório: Estratégia para a redução do consumo de sal na alimentação em Portugal. Direção Geral de Saúde (DGS). 2013.

 

Strategies to reduce salt consumption

The World Health Organization recommends that the consumption of salt should not exceed 5 grams per day. Nowadays, there is an excessive salt consumption, which could lead to high blood pressure, a risk factor for the development of cardiovascular diseases 1.

That is why, the Mediterranean Diet defends the use of herbs instead of salt, diminishing the amount used during the confection, due to their ability to provide flavor to food 2. Beside this, herbs also provide vitamins, micro vitamins and phytochemistry substances that helps to prevent against cardiovascular diseases and cancer, stimulate the digestive system and improve the performance of the immunity system 3.

It is advised to incorporate celery, rosemary, garlic, onion, chives, coriander, mint, bay leaf, basil, oregano, parsley, sage and thyme in the confection of food 3.

Besides switching salt by aromatic herbs, there are other ways to reduce the amount of salt 4:

  • Gradually reducing the amount of salt used during the confection of food, as a form of getting used to the flavor with less salt;
  • Preparing marinades with vegetables, wine and herbs;
  • Remove the salt shaker from the dinner table reducing the habit of adding salt after the confection;
  • Read and interpret the labels of the food, choosing those with lower salt (NaCl) and sodium (Na) amounts;
  • Avoid the consumption of food with excessive amounts of salt like broths, industrialized sauces, ready meals, chips, salty appetizers and processed meats;

  1. Guideline: Sodium intake for adults and children. 2012.
  2. Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Guia Alimentar Mediterrânico – Fundamentação e Desenvolvimento. 2016
  3. Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Ervas aromáticas – Uma estratégia para a redução do sal na alimentação dos Portugueses. 2014
  4. Graça P. Relatório: Estratégia para a redução do consumo de sal na alimentação em Portugal. Direção Geral de Saúde (DGS). 2013.